08 março, 2011

Multiplicidade


Não sou feita de uma face só. Tenho tantas coisas que gritam dentro de mim. Tantas caras que querem mostrar-se de uma vez. Ora sou corajosa e destemida. Ora fraca e insegura.

O que conhece de mim é aquilo que permito conhecer. Ou acha mesmo que me revelo a torto e a direito a qualquer um que me apareça e se mostre interessado? Muito se engana quando pensa que estou aqui de passagem, a mercê de qualquer mudança que se atreva a me pegar. Não. Essa casca dura é mais como um escudo e o abro devagar e constantemente. Não vou apoiar meus pés onde não vejo base fundamentada. Gosto de pisar em solo firme; da certeza de não estar tão envolvida a ponto de abrir mão de tudo o que me define e de como sou definida. Retiro-me facilmente, também. Se a lógica do percurso a ser seguido não se mostrar clara e eficaz, minha razão de ser e/ou estar ali também desaparece sem esforço. Penso demais, o que talvez seja um erro. Mas, o raciocínio é a única arma de combate que ainda se mostra útil e proveitosa nesses casos. Não estou nesse mundo a brincadeira.

Gosto de levar tudo muito a sério e o único humor que se manifesta em minha existência é alicerçado no sarcasmo e na ironia, e bem sabemos que ambos não competem com as mentirinhas sadias da infantilidade instalada.

-beijoshostis;*

p.s: daqueles textinhos revoltados de sempre.

5 comentários:

Juliana Cruz disse...

Adorei, fantástico! =D
"O que conhece de mim é aquilo que permito conhecer. Ou acha mesmo que me revelo a torto e a direito a qualquer um que me apareça e se mostre interessado?" - Perfeita essa frase, me encaixo perfeitamente nela, acho que nem minha mãe sabe muito de mim... Enfim, parabéns, realmente muito interessante o texto

XOXO

Carlinha disse...

Ai júu, adorei!
Adoooro textos revoltados! ahuhauhauahuaha
Esse negócio de "tantas coisa que gritam dentro de mim" achei a minha cara!
E só pra constar, algo que realmente gosto nos seus textos é o sarcasmo e a ironia! =P
beijos, jornalista!

Say disse...

Mto bom o texto Ju =D

Kakau4ever disse...

amay este texto, me identifiquei até. Miga mto obrigada pelos parabéns! Ryan é benção pra mim! bjoks flor

Geni Laís disse...

e como seria a vida se a gente agisse como se todas as situações fossem iguais? não dá.

Postar um comentário

 
;