13 março, 2009

Libere!



Nunca me derreti com frases do estilo: " -Não me vejo sem você!", ou " -Você é minha vida!".

Sempre acho graça quando algum garotinho declara-se pra alguma amiga.

Esse tipo de situações melosas demais nunca foram muito a minha cara. E até pra pedir desculpas em algumas circunstâncias eu levo dias e até meses me preparando. Nada do que eu faço, ou pelo menos o que eu consigo controlar totalmente, foge a um plano bem arquitetado. Às vezes passo horas elaborando tudo o que perguntarei, tudo o que responderei caso alguém me pergunte tal coisa, e imaginando e traçando planos para cada rumo que uma simples conversa pode tomar.

É, eu não sou nem um pouco emotiva.

Até que consigo ser bem fofa, quando quero muito, mas foge a mim esse tipo de comportamento. Alguns me chamariam controladora, mas eu discordo imensamente. Não é uma questão de controlar os outros, mas me controlar. Já aprendi que ser racional é melhor em algumas situações do que ser emocional. Pelo menos eu me forço a agir pelos motivos certos, e não por impulsos que, à primeira vista, pareçam corretos.

Entretanto, parando, e mais uma vez como sempre, claro, analisando as possibilidades, percebi que às vezes é melhor ouvir o coração de vez em quando, e que não adianta viver uma vida composta somente por planos bem executados, sem aventurar-se a ser espontâneo de vez em quando. A minha habilidade para planejar as coisas sempre me foi muito útil e ajudou em diversos momentos, mas até nós, racionais, nos cansamos do planejamento. A vida, afinal, merece ter um pouco de crédito, e nos levar a coisas novas, por hora, não planejadas.

Enquanto isso, aconselho vocês emocionais a controlarem um pouco suas emoções, afinal não dá pra ficar sempre à deriva. E a vocês racionais, planejadores e "controladores" assim como eu, aconselho-os a deixarem que o vento sopre de vez em quando, mostrando qual caminho seguir, às vezes um plano não funciona tão bem quanto calculamos excessivamente.

Na boa, eu estou, literalmente, pagando pra ver. Vamos ver no que dá. É claro que, assim como para os emocionais é complicado agir somente pela razão, para mim, a srtª Racionalidade, não é nada fácil agir segundo a emoção. Então, alguns planos sempre estão aí para ajudar. Costumo dizer que meu cérebro não consegue parar e, por isso, os planos e idealizações formam-se sozinhos em minha mente já adestrada. Talvez ela (minha mente) precise de um pouco mais de liberdade, e talvez eu a conceda um pouco disso. Tente você também!

3 dicas de boas músicas (pra mim):
1. Heal Over - KT Tunstall ;
2. The Loser - Switchfoot ;
3. Sunday Morning - Maroon 5 .

6 comentários:

Lucas disse...

KT tá rolando à toda mesmo, hein?

Bejo!

Vini disse...

vo da uma dica de musica pra vc
"Before is Too Late - Goo Goo Dolls"

Dana Malua disse...

COMOFAS não ser controladora?! E todos nossos planos maquiavélicos de dominação mundial?!
hauahauahauah

Túlio Moreira disse...

"Nada do que eu faço, ou pelo menos o que eu consigo controlar totalmente, foge a um plano bem arquitetado."

sei bem como é isso... ultimamente tenho tentado simplesmente relaxar e deixar correr... mas quando to com algum objetivo na cabeça... dá-lhe planos!!!

hehehe

ps: gosto mto do clip de sunday morning!!

bjãoo!

Péricles Carvalho disse...

Sunday Morning - Maroon 5.

aaaahhh - essa banda é muito legal! baladinhas pra vida toda como 'this love' por exemplo.

Larissa disse...

Eu sou premeditadamente emocional e quero continuar assim pra sempre. Ficar de meio termo é o que dá certo.

Maroon (L).

Postar um comentário

 
;