25 janeiro, 2009

Pushing Daisies

[Elenco completo da série, incluindo o cachorro Digby e Olive Snook/Kristen Chenoweth]

Já falei dessa série algumas vezes aqui no blog. Mas achei que valia a pena uma postagem completa sobre ela, afinal é uma das minhas séries favoritas *sim, sou viciada em séries*.

Bom, Pushing Daisies conta a história de um homem, Ned (Lee Pace - vide Listinha [nada] Básica), que tem um talento, no mínimo, incrível. Ned pode, com um toque, ressusitar os mortos, mas somente por 1 minuto, senão outra pessoa morre no lugar daquela. Entretanto, se ele tocar na pessoa revivida novamente ela morre para sempre *died forever - amo o jeito como o narrador fala*. Ned é confeiteiro, e, em horas vagas, "detetive".

[Ned - Lee Pace/Chuck - Anna Friel *garotas babem no lindo sapato dela. quero um*]

A mudança na rotina ocorre após um detetive particular descobrir seu talento notável. Emerson Cod (Chi McBride - participação especial em House, outro vício particular) tem a brilhante de idéia de usar o talento de Ned para desvendar os assassinatos. Quase um 'de volta às origens'. Reviva o morto por 1 minuto, pergunte quem o matou, e receba a recompensa.

[Emerson Cod - Chi McBride/Tias excêntricas de Chuck: Vivian e Lilly Charles - Ellen Greene e Swoosie Kurtz]

Mas a trama não se resume a isso, afinal Ned revive sua antiga namorada, Chuck *Charlotte Charles* (Anna Friel - fofíssima), quando vai resolver um dos misteriosos assassinatos, e descobre que é Chuck a falecida. Mesmo com o amor transbordante em seus olhos os dois não podem se tocar. Nenhum contato físico é permitido, ou ela morreria para sempre.


Além do enredo envolvente, a série tem uma belíssima fotografia, que abusa dos tons quentes e fortes. Há narração em off (feita por Jim Dale), mas nada que lembre tédio. Muito pelo contrário, o narrador conta os fatos de uam maneira nada convencional, e utiliza flash-backs todo o tempo para esclaracer os acontecimentos.


Tudo na série é apaixonante, desde a história, ao figurino/maquiagem, à trilha sonora, aos personagens, e ainda as lindas e, provavelmente, deliciosas tortas preparadas pelo confeiteiro. Tudo leva os telespectadores a se apaixonarem pela história do amor proibido entre Ned e Chuck. Além disso, a série faz uma reflexão extensa e interessante a respeito da morte. Lembra muito a filmes, alguns deles são O Fabuloso Destino de Amelie Poulain ou Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas.
A série, que foi transmitida no Brasil pela Warner Channel, foi lançada no dia 10 de abril de 2008, e teve somente 1 temporada transmitida, com 13 deliciosos espisódios. Pra quem acompanhou, foi uma das melhores e mais envolventes sagas em séries já produzidas. Pushing Daisies foi produzida por Bryan Fuller (de Dead Like Me - também muito elogiada).

[Pie Hole/Cantinho da Torta - visão noturna]


Todavia, embora tenho sido muito elogiada pelo belíssimo trabalho feito, a série foi impiedosamente cancelada. Sua produção havia sofrido uma pausa, devido a greve dos roteiristas, deixando a temporada com apenas 9 episódios prontos, e que foram lançados somente nos Estados Unidos.
Agora, com a série cancelada, mais nada se fala a seu respeito. Pra quem quiser ver os episódios da e da temporadas eu aconselho baixá-los no site IsLifeCorp, (é preciso cadastrar-se para ter acesso) é um dos, senão o melhor, para baixar séries. Lá você vai encontrá-los, com certeza. E então poderá saborear essa série linda que vai deixar saudades *pelo menos pra mim*.

[Clique na imagem para assistir à cena]

Enquanto isso, curta alguns vídeos no YouTube. A minha cena favorita é quando eles dançam com roupas de apicultores, na criação ilegal de abelhas que o Ned constrói para a Chuck no terraço da Pie Hole (Confeitaria do Ned - Cantinho da Torta), é a coisa mais fofa. Mas há outras dezenas de cenas que fazem o coração apertar, os olhos encherem-se e um 'ooon' bem sonoro sair dos lábios. Vale muito a pena.

Ficadica. Enjoy. ;*

p.s: Eu tinha bem mais imagens, mas achei que iria ficar lotado. Bom, espero ter atiçado a curiosidade de vocês.

1 comentários:

Dana Malua disse...

Nhay! Não conhecia essa série! Apaixonei na fotografia =D
Vou ver se ainda acho tempo pra assistir nessas pseudoférias XDDD

Postar um comentário

 
;