19 janeiro, 2009

Dance!

[Tango]
Dançar já foi um dos grandes programas das noites. Antigamente nossos avós, e até nossos pais sempre saiam para dançar... valsa, salsa, tango, e todos os tipos de ritmos que inundavam os salões. Haviam os bailes e tudo o mais. Hoje esse costume se perdeu um pouco, ou melhor sofreu algumas grandes mudanças. Há uns dez anos, era o axé que dominava as caixas de som. Agora já é a música eletrônica que invade as festas e toma a todos com ser ritmo eletrizante.

[Rumba, Eva Holá/Samba de Gafieira]


Entretanto, a dança quase não é mais uma dança verdadeira. Afinal é só você se jogar no meio daquelas pessoas, levantar os braços e mexer um pouco o tronco, sem nem tirar os pés do chão, e já está "dançando". Bons tempos em que existiam coreografias. Bons tempos em que as pessoas sabiam dançar de verdade. Quem me vê falando assim, acha que eu sou a maior pé-de-valsa, né. Mas não - eu danço, porque amo - mas todos nós precisamos de umas boas aulas, não é mesmo. A dança é desde sempre um símbolo da expressão corporal, da sensualidade, da paixão, e porque não, do amor. Através de simples passos de dança você pode demonstrar vários sentimentos, desde a mais ardente paixão, até o ódio mais consumidor.

[Dança Contemporânea]

Dançar não é apenas pôr a mão no joelho, dar uma baixadinha, e ir descendo até o chão. Não, dançar mexe com o corpo, com a alma, com o humor, etc. Exige disposição, treino, e entrega.
Hoje eu assisti um filme que trata da dança. Dança Comigo?, estrelando Jennifer Lopez e Richard Gere. Pra quem nunca viu, o filme conta a história de um homem feliz, casado, com uma filha já grandinha, que passa todo dia de metrê por uma certa escola de dança e sempre vê uma linda moça na janela, com um ar solitário e distante.


[Cenas de Dança Comigo?]


Ele decide inscrever-se nas aulas de dança. Por causa dela, obviamente. Ela é uma professora de dança daquelas *boa, em todos os sentidos*. Mas com o passar do tempo, ele percebe que a dança virou uma paixão, e que ele não frequenta mais as aulas por causa da professora-substituta, e sim pelo amor que criou em relação à dança. A história é ainda permeada pelo relacionamento de Gere e da esposa (Susan Sarandon). Não é AQUELE filme, mas é muito bonito no sentido da dança. *a cena do tango é tuuudo* @__@

[Mais um Tango/Valsa]

Acho que o hábito de dançar deveria voltar definitivamente. Quem sabe não fazem uma novela com o tema da dança pra ver se vira moda, né. Eu garanto que assim que der vou entrar mesmo numa aula de dança de salão. Dançar é uma coisa totalmente ótima, que faz super-bem pra saúde, e ainda nos torna mais interessantes. Enquanto isso deixo uma lista de filmes que tratam de dança e que valem muito a pena serem assistidos.

- Dança Comigo? (Shall We Dance?)
- Ela Dança, Eu Danço (Step Up)
- Ela Dança, Eu Danço 2 (Step Up 2)
- Moulin Rouge (Moulin Rouge)
- Sob a Luz da Fama (Center Stage)
- No Balanço do Amor (The Last Dance)
- Dirty Dancing
- A Última Dança (One Last Dance)

- Dançar - Despertar de Um Desejo (Je ne Suis pas là pour Être Aimé)
- Vem Dançar Comigo (Strictly Ballroom)

"- Shall we dance, Mr. Clark?" :*

3 comentários:

Dana Malua disse...

Que post bem desenvolvido, Juh! Parabéns!
Well... não assisti a esse filme ainda, mas confesso que fiquei curiosa. Quanto aos outros faltou High School Musical 1,2 e 3 haauhaauhauh *apanha*

Ok, adoro Dirty Dancing!

beeijo
=***

J. disse...

ótimo texto. só faltou mencionar a música 'dancing queen', minha favorita.
:)

Mauro Fernandes disse...

Oi Juh. Parabéns pelo seu blog. Estava eu pesquisando figuras de dança para o meu (www.sentido-anti-horario.blogspot.com) e me deparei com este post seu aki. como sou profissional de danças de salão a mais de 20 anos, me senti acarinhado e protegido pelo seu textinho. aproveito para pedir permissão para postá-lo na íntegra no meu blog. mais uma vez parabéns e não enrole muito para começar a fazer aulas hein?! não deixe também de assistir aos lindíssimos VAMOS TODOS DANÇAR e UMA LIÇÃO DE TANGO. Abraço, Mauro Fernandes

Postar um comentário

 
;