23 abril, 2010

Textos perdidos


Esses dias, dando um limpa em um dos meus emails, descobri um email antigo que havia enviado para mim mesma há mais de 6 meses. Nele só estava anexado um documento do bloco de notas. Descobri um texto que escrevi e já nem me recordava. De fato, ainda não me lembro bem em que circunstâncias escrevi o bendito ou porque o fiz. Mas, achei belo, confesso, e decidi compartilhar aqui.

Espero que gostem!

Sonhos

Acordou injuriada naquela manhã de domingo. Um sonho dispensável a visitara na noite passada, fazendo-a relembrar coisas e situações que ela imaginava já há muito ter esquecido. Diante daquele mal-estar repentino que o agradável sonho-dispensável lhe trouxera, preferiu ficar na cama até que o sol fizesse sentido lá fora. Não que fosse cedo demais. Aliás, segundo seu relógio marcava, já passavam das 10h. O sentido da luz pra ela, naquele momento, baseava-se muito mais na escuridão que havia tomado conta de seu interior. Como sempre, ela só desejava ser resplandecente, de novo. E que sua face fosse como um espelho que refletisse a luz do sol e não um tapume, como se sentia até então. Mas, ficar deitada relembrando e revivendo cada um daqueles momentos irreais a dilacerava. Parecia que o sonho a havia confortado durante toda a noite. De fato, ela não acredita que os sonhos sejam tão rápidos e instantâneos, como dizem os estudiosos. Sua noite havia durado uma eternidade. Uma eternidade deliciosa, mas que, como em toda manhã, havia acabado e trazido toda a realidade fria de volta. O mundo dos sonhos é tão maravilhoso e doce, mas é também cruel demais com os sonhadores. Por que ter a oportunidade de vivenciar uma realidade tão mais bela e atraente, se quando o dia nasce tudo se desfaz e retorna àquela existência medíocre e nula? Nos sonhos todos conseguem o que desejam, são o querem de fato e agem de acordo com suas vontades e não por necessidade. Talvez, essa seja a maior, senão a única, maneira de a liberdade expressar-se em toda sua excelência. Afinal, no campo dos sonhos ninguém é de ninguém e tudo pertence a um só.

-beijocomenta;*

4 comentários:

Kakau4ever disse...

Achei lindo lindo demais...parece que me vi nessa situação tbm.
E já vivi isso mesmo.
Até parei de ser sonhadora, sabe...
Mas, as x é isso que nos faz continuar tbm.
bjokss miga e boa semana

It Guéls disse...

nossa...vc tava falando de mim!????
no fim do texto,quando começou a explicar os sonhos, vc descreveu exatamente o que eu sinto e como sinto......
lindo,adorei!!!!!
gde bju!!!!!
:*

pequena disse...

Afinal, no campo dos sonhos ninguém é de ninguém e tudo pertence a um só.

Que lindo texto amiga flor, amei a frase rsss

Amiga que saudade to passando pra conferir suas novidades e deixar um mega beijo rsss

xero flor e boa semana pra vc!

Jess Q. disse...

nossa que texto lindo! Adorei =)

Postar um comentário

 
;