24 maio, 2011

Submeter-se e servir


[Crédito: heartsquotes]

Eu não sou perfeita. Graças a Deus, por isso! Já estive a beira de abismos tantas vezes, que nem me recordo mais quantas foram. Mas, sempre alguém esteve ali para estender sua mão e me resgatar. Este é Jesus.

Algumas pessoas do meu convívio, certamente, imaginam que eu sou aquela garota ideal e santinha, um tipo de Sandy [antes da Devassa, claro]. Acredito que quem me acompanha no Live, certamente já percebeu que tenho vários parafusos meio soltos, mesmo. Bom, mas hoje quero falar da minha experiência pessoal com o Senhor e de como Ele mudou e muda minha vida a cada dia. Quero falar sobre a coisa que mais amo: servir a Deus.

Não acredito que para servir a Deus você precise, necessariamente, estar encaixado em uma célula, ou frequentar determinada igreja, ou compartilhar das mesmas crenças de dado grupo. Antes de tudo isso está o amor ao Senhor e a sua fé nEle e o quanto você disponibiliza o seu coração, o seu tempo e a sua mente para ser usado por Ele.

Ao longo dos meus anos de caminhada com Deus [que ainda são poucos e nunca serão suficientes], aprendi que se tornar instrumento dEle é, simplesmente, uma das melhores coisas que existem. Você pode ser mão, ajudando alguém quando esta pessoa precisa de algum apoio. Você pode ser boca, proferindo palavras de conforto e ânimo, dentre tantas outras possíveis. Você pode ser coração, amando e dando carinho àquelas pessoas que estão ao seu redor. Etc.

Servir a Deus é também servir ao seu próximo quando ele precisa de ajuda. É disponibilizar seu tempo [e sua paciência!] ouvindo alguém que está triste. É honrar seus pais, obedecendo-os. É ser testemunha e exemplo na sua faculdade, escola, ambiente de trabalho... É dar a outra face, quando a discussão esquenta demais. Servir a Deus não é fácil, mesmo. Só que não é tão difícil quanto parece, também.

Não é difícil quando você coloca sua vida nas mãos dEle, deixa seus pensamentos aos cuidados dEle e permite que Ele estabeleça a sua vontade. É sim abrir mão de nossas próprias vontades, em prol daquilo que Ele deseja. Pode parecer estranho para nós que vivemos em mundo tão egoísta e tão cheio de independência. Você pode até se perguntar o que levaria alguém a deixar de pensar sozinho, ou de agir com as próprias pernas...

Eu explico:
Imagine que você conheça a pessoa mais poderosa de todo o mundo, que é também a mais rica e a mais sábia. De quebra, essa pessoa ama você infinitamente e faria tudo para ter você por perto, pelo simples fato de se agradar da sua presença. Além disso, essa pessoa sabe tudo o que pode e vai acontecer. Mesmo, que a situação mude o rumo mil vezes, ela ainda sabe de tudo. Logo, essa pessoa sabe qual o melhor caminho e como chegar até onde tudo é bom, perfeito e agradável.
Bom, eu conheci essa pessoa há onze anos e vou dizer: não é fácil. Mesmo tendo consciência de todos esses benefícios, a nossa natureza humana nos impede muitas vezes de visualizar o melhor: a vontade de Deus. Mas, tenho feito o exercício de me submeter à vontade do Pai, e digo com convicção que quando consigo, de fato, segui-lo e o servir com todo o meu ser, tudo sai da melhor maneira possível [às vezes, até mesmo impossível, como foi o caso do Gabriel].
"E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus." (Rm 12:2)
A Graça do Senhor não tem limites e, a cada dia, as misericóridas dEle se renovam, nos dando nova oportunidade de servi-lo com humildade e entrega. E, garanto, não há nada melhor do que se sentir parte da maior coisa do mundo: o Reino de Deus.

Pense nisso!

-ternosbeijosenviadospeloPai;*

4 comentários:

tony disse...

disparado, um dos melhores portos-seguros que a vida nos oferece. Não lembro se já disse aqui, mas na Sua sabedoria infinita deu-nos medidas proporcionais: duas pernas, dois braços, dois ouvidos, dois olhos. 1 boca. 1 cabeça. 1 coração. Deu-nos também o melhor dos presentes: o livre arbítrio. O resto, é escolha e aprendizado, aposta e sofrimento, decepção e lição. Viver, ver, aprender. O resto, é o resto =)

ótimos dias pra ti, beijo!

Carlinha disse...

Own Jú, a postagem demorou, mas é bom depois de um certo tempo voltar nesse cantinho e encontrar algo tão construtivo. Deus realmente te usa toda vez que você fala sobre Ele aqui, sempre acabo a leitura pensando que na verdade tenho feito pouco no serviço ao Rei e que tenho que entregar mais da minha vida a Ele.
AMo esse versículo, ele nos mostra que quando estamos de baixo da graça de Deus, tudo dará certo de alguma forma!

MarceLa Guimarães. disse...

Acho bonito! =)

Flávio Souza disse...

Parabéns! Fazer parte do reino é uma das melhores dádivas e não convidar os perdidos é o maior egoísmo. Anuncie-se este reino.

Postar um comentário

 
;