17 abril, 2011

Cartas #2
















"É difícil dizer adeus e me desvincular totalmente, quando você ainda povoa meus pensamentos e, como se não bastasse, meus sonhos. A verdade é que eu cansei.

Cansei da indignação que sinto cada vez que, (in) voluntariamente, percebo suas trocas de olhares com ela e seus sorrisos tortos, que sempre me encantaram, direcionados a ela.  Minha indignação agora, posso dizer, não é mais por sua causa, ou devido a esse relacionamento odioso que você tem, mas diz respeito somente a mim e minha insistente teimosia em ainda me deixar encantar por você. É! Eu sei e entendo que você não tem culpa. Mas, é inevitável que, bem no fundo de minha alma destroçada e frustrada, onde meu pensamento racional e sensato não exerce controle algum, eu te culpe de me fazer perceber, afinal, o quão frágil e insegura eu sou. Diferentemente de tudo o que eu pensei e transpareci sempre para os outros, eu sinto e isso dói. Sinceramente, eu tenho tanta certeza de que nunca daríamos certo e de que nossos caminhos seguirão sempre paralelos em diferentes direções... Minha mente sabe, entende e se conforma com isso. Mas... Ah! O coração. Quem dera se nossas emoções e sentimentos pudessem, da mesma forma, ser controlados.

Eu ainda não consegui e não tenho muita certeza de que alcançarei este alvo. Talvez, em algum lugar profundo do meu coração e da minha vontade, eu seja para sempre ligada a você. Só espero que um dia isso já não doa e/ou me incomode, ou pior, que me inspire tanto. Quero que seja algo saudável. Principalmente, para mim."

-beijoseselos;*

6 comentários:

Say disse...

Tocante o texto, só espero que não seja você que esteja passado por isso =~(

pequena disse...

Ento tão bem vc flor, Saudade e desculpa meu sumiço, to sem net em casa e nunca mais tinha feito visitas aos blogs queridos rss

bjim e bom feriado flor!

Carlinha disse...

Oi júu! =D
Não sei se é fictício ou se você está passando por isso, mas seja como for faço suas as minhas palavras, quando em um comentário lá no blog, você disse que "essa hora chega e você nem percebe" a hora que a gente "esquece" e que certas coisas deixam de causar dor!
Não liga para minhas demoras de comentar não, viu?! as vezes eu já li, mas não estou tendo tempo de comentar!
Beijão e ótima páscoa!

pequena disse...

miga, saudade de vc, como foi de páscoa? rs

xerim

Kakau4ever disse...

Você sempre deixa no ar se é com você ou é fictísio. Hmmm....Adorei o texto, perfeito! Perfeitosa! (inventei a palavra, tá?)bjoks

Évelin disse...

é, as vezes eu também tenho vontade de chutar a minha propria bunda. as coisas deveriam ser mais fáceis tanto para nós quanto para os personagens. mas dai nao teria graça. seres humanos são estranhos, sempre saboreando o drama próprio ou alheio.

Postar um comentário

 
;