14 maio, 2010

Há o lado das paixões



Tem certas situações que sempre nos fazem pensar na lógica de sua existência. Algumas coisas, definitivamente, não têm explicação, of course. Mas, quem disse que nós, seres humanos teimosos e super-racionalizadores, não ficamos tentando encontrar uma resposta pra elas, né.

A tal da paixão é uma coisa assim...

E, se você veio até aqui sonhando em encontrar uma resposta, desista. Eu, definitivamente, nunca chegarei a uma resposta tão lógica e/ou óbvia.

As paixões surgem.

Elas são, geralmente pra não dizer sempre, arrebatadoras, te consomem e por hora, te deixam até irracional. O duro da paixão é exatamente isso, ela deixa as pessoas muito suscetíveis. Além disso, gera dúvidas extremente cruéis.

Não sou muito fã do ser apaixonado e, sinceramente, prefiro o amor, em si.

O fato é que, hoje em dia, muito se confunde os dois que, pra mim, nada tem a ver um com o outro. Ambos sentimentos existem independentemente um do outro, sendo que a paixão é, necessariamente, cega.

Quem foi que disse que o amor que é cego?

O amor não esconde os defeitos, ou maqueia, ou pseudo-muda as pessoas. Quem faz isso é a paixão.
O amor é bem mais racional, e por isso, mais belo.
O ser amado não é idealizado, como pela paixão. Ele é o que é, e o amor aceita e gosta muito disso.

É por isso que muitos relacionamentos acabam muito rápido, se é que começam. As pessoas idealizam tanto, que quando despertam do transe passional em que se encontram, percebem que nada daquilo que imaginaram é realmente verdade. Por esse motivo que não deveríamos tomar decisões em momentos de estresse ou cansaço, principalmente se este for emocional.

Mas, quer saber, é como eu ouvi há quase 1 ano... todo ser humano precisa de uma paixão para viver, só cabe a nós escolher pelo que vamos nos apaixonar. Eu?! Ainda prefiro o amor, ele é bem mais calmo, mesmo que seja "a coisa mais triste do mundo quando se desfaz" (vide João Gilberto).

-beijoscomentem;*

10 comentários:

Carlinha disse...

Ai juli tava com saudades de um post assim, mas sua cara! *-*
Acho que é como vc disse, hoje as pessoas acabam confundindo os dois e confundem tanto que na hora que encontram não sabem discernir o que é de verdade, mas como voce eu fico com o amor, por que eu prefiro acreditar que ele pode durar pra sempre e já as paixões são passageiras nê?

João disse...

Estar apaixonado é meio como estar bêbado: você perde a noção das coisas, não nota quando incomoda as pessoas e passa a usar seu telefone celular apenas pra causar constrangimentos. E claro, tem sempre a ressaca depois.

Milena Góes @ disse...

Muito legal o post e o blog amei.
www.candyspaceteen.blogspot.com

Maria Luisa disse...

A paixão é realmente dificil de explicar, é um tanto quanto complicado.
"O amor não esconde os defeitos, ou maqueia, ou pseudo-muda as pessoas. Quem faz isso é a paixão.
O amor é bem mais racional, e por isso, mais belo."
Concordo com voce!

bjos e boa semana

Kakau4ever disse...

nem me fale amiga. E amor é mais ainda que paixão e consome mais ainda. Ain ain...seus textos sobre o amor me encantam. bjokss flor

Priscila disse...

Não achei parecida com a Katie, pela foto que você me mandou e pelas que eu já vi da Carey Mulligan em An education eu não achei
Sou uma pessoa SUPER suspeita para falar, porque eu sempre sou a última a reparar em alguma semelhança kkkkkkkk
Falando no filme, você já assistiu An education??
Eu nunca me apaixonei e amei, em tão tudo que eu falar é suspeito koasoaksoaks
Também acho que existe uma GRANDE diferença entre os dois, um é realista e outro idealizador de mais, atualmente a palavra "amor" é mais usada no sentido "você é uma pessoa que gosto" quando eu digo "gosto" estou dizendo no sentido que você não odeia a pessoa, kkkkk serio...acho que a maioria das pessoas falam que amam as outras pessoas só para dizer "eu não te odeio" koskoskosaksoa

Caty Fairy disse...

Concordo com o post, mas prefiro mais a paixão, aquela coisa louca, de se viver intensamente rsrs
Beijos!
http://catyfairy.blogspot.com/

Marina disse...

Gosto da sensação de "estar apaixonada". É animador.
E não acredito nesse tal de amor...

Beijinhos ;*

Jess Q. disse...

texto lindo! concordo e assino em baixo!

Adimilson Morais disse...

Hey Juliana, parabéns achei ótimo o texto, e só posso dizer é, sei muito bem do que esse texto está falando kkk queria não saber mais infelizmente sei.

Postar um comentário

 
;