05 julho, 2010

Diálogos #4



- Em que você está pensando?
- Nada demais. Por que o interesse?
- Gostaria de invadir sua mente, saber tudo o que pensa sempre.
- Nas primeiras horas seria excitante. Nos primeiros dias, até empolgante. Mas, depois de 1 ou 2 semanas, você estaria gemendo para sair de lá.
- Talvez valesse a pena, querida. E então eu a conheceria por completo.
- Eu sou muito enfadonha, depois de algum tempo. Logo se cansaria, você sabe.
- Se a invadisse, talvez. Mas, e se você me ensinasse sobre você?
- Seria muito previsível e egocêntrico, acredito. Mas, e se eu ensinasse alguém a ensiná-lo sobre mim?
- Seria uma boa idéia se eu não soubesse quem seria a pessoa que você elegeria como meu instrutor.
- Seu ciúme é o que me cansa.
- Posso considerar isso como a primeira aula?

-beijosfictícios;*

5 comentários:

João disse...

E acabo de me lembrar que ontem disse pra uma pessoa que ela deveria escrever pra mim um manual de instruções sobre ela...

Larissa disse...

Eu tenho uma discussão sobre isso 2 vezes por semana, aproximadamente. Ontem já foi 1 vez. Acho que até quarta ou quinta já aconteceu outra.

Não precisa ficar preocupada comigo.

Carlinha disse...

Júli, seus diálogos são muito bons! =D
Amei a foto tb, orgulho e preconceito ♥

Kakau4ever disse...

Mto bom esse diálogo e eu que queria ter o poder da Jean Grey, mas acho q não seria bom ler os pensamentos não...seria ruim em vez de bom? não sei, mas prefiro o mistério...rs
bjokss miga

Maria Luisa disse...

Adoro esses diálogos, são curtos porém interessantes.
bjs

Postar um comentário

 
;