03 junho, 2010

Coisa



A tal da coisa é uma coisa engraçada.

Você pode fazer tudo com coisa.

Coisa pode ser verbo, pode ser substantivo, pode ser adjetivo.
Coisa pode ser objeto, pode ser gente, pode ser bicho.
Coisa pode ser tudo. Tudo pode ser coisa.

Quando coisa começa a fazer parte do seu vocabulário, aí então vira uma coisa daquelas bem coisadas. Porque coisa pega, e quando gruda de vez é difícil de arrancar. No começo é uma coisinha de nada, mas com o passar do tempo vai se transformando em uma coisona. Quando você percebe, a coisa já coisou tudo e nenhuma outra coisa pode coisar mais.

Dizem que coisa é coisa de goiano. Não sei ao certo. Só sei que eu aprendi a tal da coisa bem pequena e desde então a coisa faz parte de mim.

Coisar independe de sexo, religião, orientação política ou time de futebol. Todo mundo pode coisar e usar coisa pra o que der na telha. Coisa não provoca brigas e não causa acidentes. A não ser que seus usuários sejam uns coisados que não sabem coisar a coisa.

Coisa é uma coisa prática. Combina com qualquer coisa. Dá pra fazer muitas coisas com coisa. Além disso, coisa pode ser usado em todos os gêneros. Um garoto pode tanto ser uma coisa, quanto um coisa. E, geralmente, não é bom quando ele é um coisa.

Coisa pode ser elogio, pode ser crítica, pode ser palavrão.
Até porque, coisa serve pra tudo. Tudo serve pra coisa.

Coisar é quase uma arte, mas não chega a tanta coisa assim. Coisar é fácil e é coisando que se aprende a coisa. Quanto mais coisa, mais coisada fica a coisa. E eu só decidi coisar essa coisa com vocês, porque acho mesmo que é coisando coisas coisadas que a gente coisa cada dia melhor.

E se você não está entendendo patavinas do que eu estou falando aqui, é porque, definitivamente, ainda precisa aprender mais sobre a coisa.

-coisascoisinhas;*

9 comentários:

Carlinha disse...

Eu acho que a coisa aki conseguiu entender algumas das suas coisas! Mas falar muita coisa e a palavra coisa, meio que complica a coisa toda! Então eu vou deixar pra vc falar coisas!!

Tá bom não teve graça meu comentário!

Mas o seu texto sobre COISA, foi bem criativo! =D

Caty Fairy disse...

Eu acho que não consegui entender a relação da imagem com o texto hahaha..cheguei a pensar que era da Cora Carolina.
Beijo!
http://www.catyfairy.blogspot.com/

João disse...

Só consegui entender o conceito da coisa quando comecei a traçar paralelos entre a coisa e o trem, já que sou de Minas.

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Juliana,

Ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei essa coisa de texto...ahahahaha. Menina, fazia tempo que não lia algo tão coisado de bão, viu? Esse lance de coisar é bem o que você escreveu, tudo deixou de acabar em pizza e passou a acabar na coisa.

Você é linda!

Beijo imenso, menina querida.

Rebeca

-

tony disse...

já que deixaram esse trocadilho quicando, vai lá: que coisa, não?! :)...

não sei te dizer se é "algo goiano", mas uso coisa bastante também. Morei "ali pertim" de Goiás [Tocantins], lá usavam bastante também. Mas faz tempo e a coisa continuou comigo, coisando bonito. Cá, as coisas são um pouquinho mais específicas. Talvez troço seja a versão fria [combinando com a cidade] de coisa, por aqui...

olhar bonito, o seu.

ótimos dias pra ti ;)

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Todo domingo mando algo que acho interessante para os amigos e hoje não poderia ser diferente. Encontrei por uma menina que brinca com o designer fazendo pontilhado em almofadas. Muito legal, até porque quando os pontos são ligados é uma posição do kama sutra que aparece. Leve e original, amei! Espero que goste, porque Milene Rebuzzi se garante:

http://www.coroflot.com/public/individual_set.asp?individual_id=275238&set_id=419719&

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

Nina O. disse...

aquela viajada básica sobre alguma COISA ne?? hueheuhue
adorei! beijooo

Vanyh disse...

huahauhauhau..Ju vc escreve bem demais!!! deverialançar um livro!!!

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Juliana,

É tão bom receber parabéns no dia do aniversário, menina linda. E suas palavras sempre tem tempero de carinho.

Beijo bem grande, menina querida do meu coração.

Rebeca

-

Postar um comentário

 
;